MAPA POLIFÔNICO

Uma multiplicidade de vozes configuram este mapa. Migrantxs de diversas idades, gêneros, nacionalidades, procedências étnicas, orientações sexuais e que vivem em várias localidades das Américas, nos contam como a pandemia da Covid-19 impacta suas vidas. Por meio de suas histórias, pode-se constatar sua vivência cotidiana de (i)mobilidade, confinamento, riscos à saúde, seu enfrentamento cotidiano com a burocracia, a xenofobia, e o desemprego; e, ao mesmo tempo, como se desenvolve sua luta vital entre a solidariedade, a força e a esperança.

 

Os e as Migrantxs enviaram seus depoimentos às equipes nacionais de investigação via WhatsApp ou tiveram seus registros coletados diretamente pelos pesquisadores durante viagens de campo em meio à pandemia. Por razões de segurança, em alguns casos, seus nomes foram alterados e sua identidade ocultada. Seu consentimento explícito para transmitir suas vozes nos permitiu criar este mapa polifônico.

PARA UMA MELHOR EXPERIÊNCIA, ENTRE A PARTIR DE UM COMPUTADOR

brasil.png
mapapolifonico.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png

Clique nos países para descobrir a diversidade de vozes.

sit8.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png
sit8.png

AGRADECIMENTOS ESPECIAIS PARA:

Equador: María Amelia Viteri (Universidad San Francisco de Quito USFQ-Universidad de Maryland, College Park); Cristina Yépez Arroyo (Universidad de McGill); Alicia de la Torre R. (DBA-Centrum PUCP en curso); Flavio Carrera V. (Universidad San Francisco de Quito USFQ), en convenio con Diálogo Diverso. 

Brasil: Gheysa Daniele Pereira Moura (PPGICH/ Universidade do Estado do Amazonas), Madison Gonzalez (PPGGEO/ Universidad Federal do Paraná),  Verónica Vélez.

México: Ana Luz Minera Castill (Universidad Nacional Autónoma de México).

Se você gostaria de compartilhar um depoimento em áudio, envie-nos um e-mail para: covid19inmovilidad@gmail.com